Minha foto
Sou Anete. Amo A Vida Abundante e gosto muito de falar Dela! Gosto de poesias, poemas, reflexões e livros... "O AMOR DE DEUS É TERNO E ETERNO!" (JOÃO 10.10)!

terça-feira, 7 de julho de 2020

Fragmentando Com Os Lusíadas...








     Novamente, trago fragmentos de um clássico, desta vez, um que muita gente conhece:
Os Lusíadas! Lembrando dos amigos portugueses, deixo um carinho muito especial e também a admiração pelo maravilhoso Camões...

     ...Fazem parte de sublinhados que me tocaram bastante quando li pela  1ª vez em 2005. 



#   "Tal prémio de meus versos me tornassem:
       A troco dos descansos que esperava,
       Das capelas de louro que me honrassem,
       Trabalhos nunca usados me inventaram,
       Com que em tão duro estado me deitaram!"
       Canto 7, 81


#    "E em perigos e guerras esforçados
       Mais do que prometia a  força humana,
       E entre gente remota edificaram
       Novo Reino, que tanto sublimaram."
       Canto 1, 1


#   "Crescendo co'os sucessos bons primeiros
       No peito as ousadias, descobriram
       Pouco a pouco caminhos estrangeiros,
       Que, uns sucedendo aos outros, prosseguiram."
       Canto 8,72 


#   "Porém não deixe enfim de ter disposto
       Ninguém a grandes obras sempre o peito,
       Que por esta ou por outra qualquer via,
       Não perderá seu preço e sua valia."
       Canto 5, 100


   "A disciplina militar prestante
        Não se aprende, Senhor, na fantasia,
        Sonhando, imaginando ou estudando,
        Senão vendo, tratando e pelejando."
        Canto 10, 153



       Escolhi alguns Cantos para fragmentar nesta postagem. Há muitos e muitos outros que também me falaram profundamente!... Viva Camões!!!









Muita Paz, Garra 
e Esperanças Novas...







Com Carinho
 e Humor...



(Imagens Google)

18 comentários:

  1. Poeticamente Luís de Camões foi/é único. É maravilhosa a sua poesia
    .
    Tenha uma tarde/noite feliz
    Cumprimentos.

    ResponderExcluir
  2. Lindos cantos escolheste e é difícil a escolha tão lindos e tantos são no livro! Valeu! Gostei do quadrinho que fala da Fé ...Precisamos SEMPRE! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Anete, fiquei triste pela tua perda. Sempre é chato perder amigos. Pena! Esse vírus tá levando tanta gente...Danado! Fica bem! beijos, chica

    ResponderExcluir
  4. Muito bem minha amiga! Da sua pena nasceu uma das obras mais celebradas pelo povo português, Os Lusíadas!
    Bj

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, Anete!
    Tudo bem? Não li todo "Os Lusiadas" . Só alguns cantos. Grandes conquistas do povo português. Bom ter um objetivo pelo qual esforçar-se!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Li anos atrás, hj nas escolas quase não se pede leituras...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Anete,
    Fragmentos bem importantes de quem de forma sublime escreveu sobre os feitos dos portugueses-Camões. Os Lusíadas a maior obra da Literatura Portuguesa.
    Fiquei feliz que a tivesse referenciado aqui.
    Vamos sempre com determinação e fé.
    Beijinhos e abraço.
    Ailime

    ResponderExcluir
  8. Sempre bom ler jm pouco de tão genial obra!!! Bj

    ResponderExcluir
  9. Sempre bom ler jm pouco de tão genial obra!!! Bj

    ResponderExcluir
  10. Anete,
    deixa la no Espelhando um endereço de
    email. O Espelhando completa dez anos
    e quero lhe enviar uma lembrança via correio
    convencional.
    Aguardo vc por lá. Será uma grande alegria.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  11. Luis Camões Grande Poeta ,deixou- nos uma grande obra.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oi Anete
    Os poetas se vão,suas obras continuam vivas e encantando.
    Beijos,tenha um lindo final de semana!

    ResponderExcluir
  13. Lembrar Camões e os Lusíadas é um excelente motivo para vir aqui. Obrigada.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. Uma obra de arte que não pode deixar de ser lida.
    Li e já reli e claro voltarei.
    Bela partilha amiga.
    Abraços de paz.

    ResponderExcluir
  15. No ensino secundário, esta obra era dissecada ao pormenor, na disciplina de Português... quantas vezes, num só ano, esta obra era lida!... Adorei recordar!... Este post fez-me viajar no tempos!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir